terça-feira, 24 de maio de 2011

De Caio, para mim ;)

"Acho que sou bastante forte para sair de todas as situações em que entrei, embora tenha sido suficientemente fraco para entrar."
Se pudesse abrir a cabeça, tirar tudo para fora, arrumar direitinho como quem arruma uma gaveta. Tomar um banho de chuveiro por dentro.
 

segunda-feira, 23 de maio de 2011

tenho que colocar isso na minha cabeça;

" É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou, perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido, desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu, descrer de todo amor porque um deles te foi infiel. É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim um recomeço! '

(Créditos)

domingo, 22 de maio de 2011

Será que eu ainda sei gostar das pessoas?


Estou com medo, muito medo mesmo. Será que meu coração virou pedra?  Sinceramente eu não queria que isso fosse verdade, mas sinto que sim. Não tenho lembranças de como é estar apaixonada, de sentir um aperto no coração de saudade de alguém, ou do coração disparar ao encontrar a tal pessoa. Na verdade acho ridículo, quem fica se declarando por ai, a toda hora, e acho mais ridículo ainda eu achar isso ridículo. Queria ser eu de novo a mesma de antes, meiga, doce, sensível.  Queria muito conseguir cicatrizar as feridas, começar do zero. Sei que depende só de mim e é isso que mais me assusta e me amedronta, eu sou a única responsável por estar aqui sozinha no escuro. Queria confiar na mão que se estende a mim, queria conseguir, queria sorrir como sorria antes. Mas, prefiro evitar frustrações.
Lígia Tuani

sábado, 21 de maio de 2011

Chorar

Chorar por tudo que se perdeu, por tudo que apenas ameaçou e não chegou a ser, pelo que perdi de mim, pelo ontem morto, pelo hoje sujo, pelo amanhã que não existe, pelo muito que amei e não me amaram, pelo que tentei ser correto e não foram comigo.
Meu coração sangra com uma dor que não consigo comunicar a ninguém, recuso todos os toques e ignoro todas tentativas de aproximação. Tenho vergonha de gritar que esta dor é só minha, de pedir que me deixem em paz e só com ela, como um cão com seu osso. A única magia que existe é estarmos vivos e não entendermos nada disso. A única magia que existe é a nossa incompreensão.



(Caio Fernando Abreu)

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Morte.

A morte nem sempre é uma coisa ruim, depende sempre do que morreu. As mortes que estão acontecendo em mim são boas mortes, as mortes da dor, da ânsia, da vontade de ficar perto dele, da saudade que eu sentia, a minha morte para falta de vontade, a morte da incerteza de sentimentos, essas mortes estão me fazendo bem, estou mais feliz, vivendo melhor. Mantenho vivo em mim agora apenas o que faz bem ao meu sorriso e aos meus cabelos. Xô angustia.


Lígiia (:

domingo, 8 de maio de 2011

meu velho companheiro.. o medinho . rs


Não vou dizer que não fico tentada a dizer sim, pegar o medinho e guardar naquela gaveta, lá atrás e dizer fique aí to cansada de você. Ele me faz sentir essa vontade, quando me abraça é como se o mundo todo parasse. Só a gente ali, um escutando o silêncio do outro, me da uma sensação de proteção, uma vontade de ficar ali pra sempre. Mas, lembra do meu medo? Pois é, ele também quer me proteger não me deixar sofrer, medo de ter você e depois te perder.  Já me disseram que eu era neurótica, e se minha neurose me fizer perder você? Tenho medo. Por isso deixo tudo como está só o tempo vai me dizer o que fazer, enquanto isso... Eu reflito todos os dias: o que fazer? Ainda não sei, mas vou descobrir. 

Já diria Lulu Santos: Eu gosto tanto de você, que até prefiro esconder, deixo assim ficar subtendido.




Pra alguém, e esse alguém sabe quem. (:

por Lígiia (:

tenho dito '


To exausta de tentar explicar as pessoas que eu posso ser feliz sozinha. Quando digo sozinha, é sozinha de não ter um par. Então os senhores querem me dizer que eu não posso ser feliz ímpar? Talvez não para sempre, mas agora meus queridos eu estou muito bem obrigada; e não me venha com essa história de que posso perder uma chance legal por medo. Que se dane, a droga da chance, o que tiver de ser será. E será na hora certa. 

Lígia Tuani . 

sábado, 7 de maio de 2011

Se alguém gostar de mim...

Vai gostar pelo meu jeito esquecido de lembrar das coisas,
meu jeito desorganizado de arrumar,
meu jeito desligado de dar atenção,
meu jeito complexo de ser simples,
meu jeito nem aí de ser sagaz,
meu jeito às vezes impaciente de ser paciente,
meu jeito falante de ficar em silêncio quando espera-se que eu fale,
meu jeito de olhar sem querer dizer nada e dizer tudo,
meu jeito inconformado de não aceitar qualquer coisa,
meu jeito pensativo de não questionar nada!
Créditos;

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Let it be.

O coração dela tirou férias. Esperto ele não? Resolveu parar de sair por aí, se apaixonando por quem não vale uma pipoca, agora o coração dela ta exigente, só quer quem a faça bem, quem coloca no rosto dela um sorriso bem largo, alguém que faça seus olhos brilharem, alguém que não promete nada, apenas faz valer à pena cada instante junto.  Nada de ser convencido com sorrisinhos baratos, ou olhos de promessas fáceis. A missão agora é: deixar os sentimentos um pouco de lado, criar outras prioridades. Melhor assim né? Melhor que sofrer de novo, que chorar de novo... Um dia essa moça, encontra alguém que a faça perder o medo de ser feliz, o medo do medo, o medo de chorar de novo. Enquanto isso é melhor... Let it be.



Lígia Tuani (:

não mordo.

Não sei qual o meu problema. Não sei por que afasto as pessoas de mim, ou porque as pessoas não se aproximam... Tem alguma coisa escrita na minha testa tipo: PERIGO MATENHA DISTANCIA? Se não for isso, não sei o que é. Vejo pessoas que tenho vontade de me aproximar, vontade de rir junto e comer ate dizer: não agüento mais. Mas as pessoas olham pra mim, como se dissessem: que é pessoa estranha? Pra mim isso não tem graça nenhuma. Não mordo viu? E sou muiiiiiiiiito legal. (:


Lígia Tuani

domingo, 1 de maio de 2011

Inércia


O coração não dispara por ninguém, nem por nada. Será que endureceu de novo?  Ele insiste em se proteger e não deixa ninguém encostar, tem gente que ate merece uma chance, mas, ele meu coração, é cabeça dura. Quando diz não, é não.  E para fazê-lo mudar de idéia não é fácil. É como se tivesse uma camada protetora ao seu redor, nada chama atenção, nada penetra nada me faz querer perder o medo de tentar ser feliz. Melhor deixar assim né? Em pausa, na hora que ele tiver pronto, levanta, sacode a poeira e segue em frente. 

Lígiia Tuani (: